Várias mulheres estão adotando a “lavagem reversa”, mas ela detona 4 tipos de cabelo



lithian/Shutterstock

O universo dos cabelos é cheio de novidades e, justamente por isso, é importante ficar atendo ao que realmente traz benefícios para as madeixas e o que pode comprometer a saúde dos fios. Uma das recentes novidades que invadiu o mundo dos tratamentos capilares é a chamada lavagem reversa.

Lavagem reversa: o que é?

StoryTime Studio/Shutterstock

A lavagem reversa, também chamada pré-poo, é um método de lavagem que utiliza o condicionador antes do shampoo na hora da higienização do cabelo. Essa lavagem, portanto, consiste em alterar a ordem dos produtos. O objetivo dessa mudança é de reduzir os efeitos de condicionadores concentrados, que geralmente traz peso e oleosidade para as madeixas, especialmente em fios finos.

Quem pode usar?







BaLL LunLa/Shutterstock

Essa técnica é utilizada, geralmente, por pessoas que desejam dar mais densidade aos fios finos e reduzir a oleosidade das madeixas, tornando-as mais volumosas. O recomendado por profissionais, entretanto, é de buscar produtos que tenham essa finalidade.

Ao fazer a alternância de produtos os cabelos ficam com as cutículas abertas, o que gera ressecamento e remove a camada de proteção dos fios. Por isso, o método é cheio de controvérsias e, quando indicado, tem como foco alguns tipos de cabelo, especialmente os que são bastante gordurosos e finos.

Quais tipos de cabelo devem ficar de fora?

skyNext/Shutterstock

  • Fios grossos
  • Fios secos
  • Cabelos cacheados
  • Cabelos ondulados

Cuidados com cabelo






(Visto em Vix)

Compartilhe!