Deborah Secco fala sobre expor a filha, Maria Flor: – Não tenho o dinheiro da Sandy



Divulgação


Deborah Secco deu uma entrevista reveladora à revista Veja, na qual falou sobre os mais diversos assuntos, desde a filha, Maria Flor, até os relacionamentos abusivos que viveu.

Sobre a filha, aliás, ela contou que não se importa de postar muitas fotos e vídeos da pequena e que isso é uma boa alternativa ao viver o que Sandy vive, por exemplo, querendo esconder o herdeiro Theo:

– Sempre tive certeza de que não conseguiria evitar a exposição dela. Não tenho o dinheiro da Sandy, não ando cheia de seguranças e não moro em Campinas. Então quis evitar que, cada vez que ela aparecesse, isso causasse uma comoção. Acho que, ao divulgar a imagem da Maria, ela vai ficando mais comum e não desperta tanta curiosidade, explicou Deborah.

A atriz, que hoje está feliz da vida casada com Hugo Moura, conta que já viveu muitos relacionamentos complicados






e que, mesmo
tendo traído todos com quem já esteve, ela também sofreu na mão de outros, como um de seus primeiros namorados:

Eu tive homens muito controladores, que me oprimiam, de quem eu dependia emocionalmente. Vivi relações abusivas em um grau muito forte. Convivi com um que me tranca no quarto para eu não comer. Dizia que eu estava gorda e que, se continuasse assim, ele não iria me querer mais, disse ela sobre seu primeiro parceiro, que não era famoso.

O pai de Deborah, Ricardo Secco, foi preso por desvio de dinheiro em um processo no qual ela é indiciada como laranja. Sobre o assunto, ela foi categórica:

– Prefiro não falar desse assunto, porque ainda dói muito e o processo continua correndo. Eu e meu pai ficamos muitos anos afastados. Com o nascimento da Maria, ele se reaproximou. É um excelente avô. Acho que está tentando compensar o passado.

Depois de Maria Flor, Deborah voltou a trabalhar aos poucos, começando com um trabalho em Malhação: Pro Dia Nascer Feliz, na pele da dona de casa Tânia:

Não considero essa uma volta de verdade porque gravava só dois dias por semana. Artisticamente não foi incrível, mas era perfeito para a minha situação: precisava ganhar dinheiro e queria ter tempo para a Maria.

Por fim, Deborah, que é sempre elogiada por suas fotos em redes sociais, conta que quase não tem cabelo, então usa aplique há 20 anos, e que colocou silicone, mas se arrepende:

– Coloquei silicone há muito tempo. Era magrinha e queria ser gostosona. Hoje não colocaria.







(Vimos em Estrelando)

Compartilhe!